A inteligência de mercado e a inovação estratégica

Atualmente, estamos vivenciando uma profunda transformação na maneira como levamos nossa vida e realizamos nossas atividades cotidianas. Nossa entrada definitiva na era da hiperconectividade e da Internet das Coisas está revolucionando tudo à nossa volta.

Obviamente, todas essas mudanças se expandem também para o mundo corporativo. A rápida obsolescência de produtos e serviços, associada ao amplo acesso à informação e à crescente competitividade em qualquer setor empresarial, exige que as empresas estejam constantemente inovando para poderem sobreviver a essa nova realidade.

Porém, investir em inovação sem um direcionamento adequado e estratégico não garante vantagem competitiva. É preciso saber onde, como e quando inovar. Mas como fazer isso? A inteligência de mercado é a resposta!

Quer saber mais sobre a inteligência de mercado e sua estreita relação com a inovação estratégica? Então não deixe de conferir nosso post de hoje!

O que é a inteligência de mercado?

De maneira simplificada, a inteligência de mercado pode ser descrita como a busca, organização e análise de informações relevantes para empresa, com o objetivo de entender as tendências do mercado em tempo real. Essa estratégia permite que a empresa possa se antecipar em relação a essas tendências e se preparar adequadamente para possíveis ameaças.

Por meio da transformação e tradução de dados brutos, como referências sobre mercados concorrentes e comportamentos de consumo, por exemplo, em informações acessíveis e passíveis de análise, os gestores e colaboradores da empresa podem ter insights corretos sobre as inovações e estratégias necessárias à organização naquele dado momento.

Os dados utilizados para as análises relacionadas às estratégias de inteligência de mercado são coletados, basicamente, por meio da internet. O gigantesco volume de dados disponibilizados diariamente na rede (Big Data) é um prato cheio para isso.

Porém, é necessário esclarecer que, se por um lado a imensa quantidade de dados pode ser extremamente benéfica para ações de inteligência de mercado, por outro lado, a complexidade de análise dessas informações aumenta de maneira proporcional.

E a simples coleta de dados brutos, por si só, não diz nada. É preciso saber interpretá-los e analisá-los, fazendo as perguntas certas, no momento certo. É exatamente aí que está a inteligência de mercado.

Por sorte, hoje em dia, não são mais necessários grandes investimentos para que isso ocorra, como a criação de um setor específico para essa função dentro da empresa, por exemplo.

Com o aumento de soluções de TI simples, qualquer gestor pode se transformar num grande analista de dados. Há soluções, como softwares e plataformas de inteligência empresarial, já disponíveis no mercado, e que podem ser adquiridas e aplicadas por empresas de todos os tamanhos e segmentos.

Por que ela é importante para as empresas?

Por meio da compilação e análise de dados como comportamento de consumo, queixas e reclamações, hábitos e preferências dos clientes, bem como de estratégias e produtos lançados pela concorrência, é possível criar uma base sólida de conhecimentos para, a partir daí, criar e inovar estrategicamente.

Confira algumas das perguntas que podem ser respondidas com a inteligência de mercado:

  • Quem é o cliente atual? E o potencial?

  • Quais os reais problemas do mercado?

  • Qual é o segmento de mercado específico em que a empresa atua?

  • Como está a percepção da marca pelos consumidores?

  • Quais são os principais influenciadores do mercado?

  • Quais são as tendências de mercado atuais? E futuras?

  • Quais as ações, evoluções e direcionamentos da concorrência?

  • Quais as melhores abordagens de venda?

  • Quais são as possíveis funcionalidades, produtos e serviços que podem ser desenvolvidos?

A inteligência de mercado permite que a empresa aja em vez de reagir. Ao contrário de resolver problemas e tapar buracos, a empresa se antecipa a esses problemas, criando soluções antes mesmo que alguma consequência negativa possa, efetivamente, surgir.

Além disso, é possível criar estratégias de comunicação mais direcionadas e individualizadas aos clientes, que embora pertencentes a um mesmo “grupo”, obviamente possuem distinções entre si. Assim, o relacionamento com os consumidores melhora sobremaneira, aumentando os níveis de fidelização e marketing boca a boca.

Por fim, a inteligência de mercado permite que a empresa tenha um direcionamento preciso e foco nas tomadas de decisões estratégicas, que vão direto ao ponto e permitem uma grande alavancada na competitividade, garantindo assim, a sobrevivência da organização no mercado atual.

Como a inteligência de mercado trabalha em conjunto com a inovação estratégica?

A inteligência de mercado pode ser utilizada em todos os setores e departamentos da empresa: recursos humanos, vendas, marketing, etc. Porém, ela se torna essencialmente importante quando se fala da área de inovação.

Como citamos na introdução desse post, inovar é necessário a toda e qualquer empresa minimamente preocupada e atenta às tendências de mercado. Entretanto, é preciso saber com precisão onde inovar, por que e quando. Do contrário, as ações de inovação podem se revelar infrutíferas e até mesmo fracassarem, gerando um grande desperdício de recursos financeiros, humano e intelectual.

Por meio do acesso aos dados e informações relevantes sobre o negócio, os clientes, o mercado de atuação e os concorrentes, providos por estratégias de inteligência de mercado bem aplicadas, a empresa estará apta a inovar com excelência. A análise correta dos dados gerados permite que sejam criados produtos, serviços e estratégias que se encaixem na vida do cliente e que sejam destaque em relação à concorrência.

Entender o que os clientes estão necessitando realmente, criando alternativas que possam sanar essas necessidades, ajudando-os efetivamente em algum ponto crucial de suas vidas, são os primeiros passos para alcançar a excelência e conquistar de vez os seus consumidores.

E é exatamente nesse aspecto que a inteligência de mercado atua, fornecendo vantagens competitivas e contribuindo de maneira efetiva para que a empresa se consolide de vez no mercado em que atua.

O grande desafio da inteligência de mercado está em associar os resultados encontrados nessas análises aos objetivos da empresa e dos clientes. Somente assim, é possível alavancar de maneira significativa a marca, os produtos e os serviços adequadamente.

Agora é a sua vez! A empresa em que você trabalha investe em inteligência de mercado com o objetivo de inovar de maneira estratégica? Como isso é abordado dentro da organização? Compartilhe sua experiência nos comentários e enriqueça a discussão sobre esse assunto!

Um comentário

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo