Como inovar com foco na resolução de desafios do seu negócio?

A inovação pode ser vista pelos mais diferentes vieses nos mais variados mercados. Há aqueles que não estão interessados em grandes mudanças, apenas utilizam uma aparente inovação para agregar valor à sua marca, devido ao apelo que ela tem tido para os atuais consumidores.

Por outro lado, haverá empresas realmente interessadas em investir pesado em inovação, pois sabem de seu potencial para a prevenção e solução dos mais diversos entraves que surgem no dia a dia dos negócios.

Por isso, vamos mostrar como utilizar a inovação para resolver grande parte dos desafios dentro de uma empresa. Confira a técnica mais utilizada em grandes empresas para incentivar a inovação:

Solução Criativa de Problemas

A solução criativa de problemas é um processo bem definido cujo objetivo é guiar a inovação desde o surgimento de novas ideias até sua implementação. É um dos métodos mais efetivos do Design Thinking, devido à sua simplicidade e eficiência. Veja a seguir como ele funciona:

Para novas ideias de sucesso, utilize a técnica dos 5 porquês

A identificação de um problema exige bastante observação, pois os problemas estruturais mais relevantes não são facilmente percebidos. Frequentemente as empresas combatem os diversos sintomas causados por eles, mas nunca chegam à sua raiz. Por essa razão, somente a observação atenta pode identificá-los.

Uma vez que determinar o problema, é hora de verificar se ele é, de fato, um nó crítico dentro da empresa. Para isso, questione-se “por que isso é um problema? ”. Repita a pergunta novamente até completar 5 motivos. Caso você tenha conseguido responder claramente as 5 vezes sem nenhum embaraço, você provavelmente terá identificado um problema real dentro de sua empresa.

Depois, é hora de fazer outras perguntas para verificar a viabilidade da resolução desse problema:

  • O que eu quero alcançar com o fim desse problema?

  • O que tem me impedido de solucioná-lo?

  • Como eu me vejo em 6 meses/1 ano/ 5 anos após tê-lo finalmente resolvido?

Para fazer uma boa pesquisa a respeito do problema, consulte diversas fontes

Dependendo da natureza do problema, você poderá necessitar de um grande esforço de investigação ou de muito pouco. A pesquisa preliminar certamente inicia-se com a utilização dos mecanismos de busca, como Google. Mas não deixe de conferir também as mídias mais tradicionais, como livros impressos e revistas especializadas em sua área de atuação.

Engaje-se também em fóruns online com outros empresários e gestores, onde você poderá obter ideias inovadoras e interessantíssimas, além de fortalecer seu networking. O ideal é visualizar seu problema de diversos ângulos, uma vez que a inovação surge pelo conflito de diversos pontos de vista!

Para motivar a criatividade de suas equipes, formule desafios criativos

Os desafios criativos são metas estabelecidas com concisão e foco na resolução do problema listado acima. Eles são uma forma de motivar a sua equipe a superar todos os entraves para alcançar a inovação dentro de sua empresa!

Por exemplo, suponha que uma estagnação no crescimento de sua empresa foi identificada como um nó crítico, apesar das soluções tradicionais de marketing e de gestão já tomadas até o momento. Quais são os desafios que surgem?

Evite aqueles muito complexos e de difícil visualização, como “de que forma aumentamos a produtividade geral, conquistamos novos clientes e nos tornamos referência no mercado?”. Em vez disso, busque dividi-los em questionamentos mais simples:

  • Com quais processos eu aumento em 50% minha produtividade em 1 ano?

  • Como eu multiplico em 3 vezes minha atual carteira de clientes em 1 ano?

  • Como criar campanhas de marketing que efetivamente atraiam clientes?

Para gerar novas ideias, deixe que a criatividade flua livremente

Finalmente, é o momento de engajar a sua equipe em um brainstorming para a geração de ideias para os desafios identificados anteriormente. Você deverá deixá-la pensar livremente, sem limitá-la com regras.

Depois, convoque uma reunião de equipe para que vocês elaborem um mapa mental ou um fluxograma com essas ideias, a fim de eliminar as abordagens muito semelhantes. Escreva todas as ideias geradas, mesmo as que pareçam mais estúpidas ou impossíveis, e não permita que os membros da equipe critiquem a ideia dos outros. Ao final do processo, pergunte se as pessoas têm novas ideias depois dessa sessão de brainstorming coletivo.

Para maximizar a qualidade das ideias, avalie-as e combine-as

Agora será o momento de descansar por um tempo para deixar as ideias esfriarem na mente de todos os colaboradores. Essa etapa é um pouco mais crítica, então será bom um maior distanciamento emocional. Quando for a hora ideal, convoque novamente uma reunião. Antes de qualquer coisa, é necessário que vocês estabeleçam entre si critérios bem definidos para a aprovação de ideias.

Deve-se evitar qualquer abordagem muito subjetiva para que não surjam animosidades durante o processo de avaliação das ideias. Para cada um dos critérios, faça uma avaliação numérica com uma escala de 1 a 5. As ideias com maiores pontuações finais serão selecionadas para a próxima fase, pois são aquelas com maiores probabilidades de fornecer uma solução definitiva.

Se possível, combine 2 ou mais sugestões para que elas se fortaleçam. Depois, será o momento de se fazer o seguinte questionamento: “quais dessas ideias terão uma aplicabilidade rápida, simples e fácil na minha empresa?”. Assim, você seleciona aquelas que podem ser aplicadas desde já, sem drenar os recursos da empresa e sem muitos riscos para a marca.

Para ideias mais complexas e que demandem mais recursos, você deverá fazer outra análise, tendo em vista os seguintes critérios:

  • Pontos fortes;

  • Pontos fracos;

  • Oportunidades; e

  • Riscos.

Assim, você filtrará as sugestões que, apesar de boas, demandariam um grande esforço da sua empresa quando ela ainda não estaria preparada.

Para o sucesso das suas ideias, elabore um excelente plano de ação

A essa altura você tem algumas grandes ideias; no entanto, muitas pessoas terão dificuldades em se motivar para dar o próximo passo. Ideias criativas podem significar grandes mudanças ou riscos. Geralmente, quanto mais inovadora é uma ideia, mais ela exige que as pessoas saiam da zona de conforto.

Por isso, alguns membros de sua equipe vão se empolgar, enquanto outros terão muito medo. Então, é essencial criar um plano de ação para que todos estejam cientes dos passos que precisam tomar para implementar as ideias. Isso dará segurança aos amedrontados e direção aos empolgados.

Por fim, basta executar todo planejamento.

Um caso de sucesso de como inovar: Lego Laboratories

O problema

Com o surgimento dos jogos digitais, as crianças logo não estarão mais interessadas em brinquedos tradicionais, como o Lego, o que poderia levar a empresa à falência.

O quadro

Depois de ver suas vendas declinarem nos anos 90, a empresa percebeu que as novas mídias tomariam o espaço de muitos brinquedos tradicionais. Então, após um processo semelhante ao que citamos anteriormente, eles conseguiram um modo de conciliar o antigo mundo dos brinquedos com a inovação tecnológica. No entanto, não fizeram uma boa sistematização de ideias.

A consequência

Eles começaram criando a divisão Lego Eletronics, que tinha 3 objetivos:

  1. Criar uma linha de Legos robotizados voltados tanto para o público adulto quanto juvenil;

  2. Criar jogos eletrônicos para se inserir no novo mercado; e

  3. Buscar meios de integrar as 2 plataformas.

Você provavelmente pensou que eles obtiveram sucesso imediato, não é mesmo? Porém, não foi isso o que ocorreu: as inovações foram uma ótima ideia, mas não tiveram coesão. Foi como se a empresa tivesse atirando para todos os lados. Por fim, a empresa perdeu 300 milhões de dólares.

Resposta

O que faltou? Um método sistematizado como o que ensinamos aqui. Eles focaram muito nos benefícios de cada projeto isolado, mas não mantiveram a coerência da marca e o consumidor sentiu isso. Então, como inovar?

Desde então, eles criaram uma divisão chamada Lego Laboratories, na qual, por meio da Solução Criativa de Problemas, a equipe tem uma nutrição constante de novas ideias e inovações focadas nos problemas reais da marca, em vez de simplesmente fazer inovações estéreis sem norte.

Entendeu como inovar para superar os desafios do seu negócio? Quer obter novas dicas para continuar inovando em sua empresa? Então assine nossa newsletter!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo