Conheça os 6 tipos mais comuns de Hackathon!

Você sabe o que é uma Hackathon? As maratonas de software, também conhecidas como App Jams, são uma maneira simples de unir várias pessoas por um curto período para criar novos produtos. Além disso, elas podem ser utilizadas na busca por novos profissionais ou apenas como uma forma de estabelecer uma nova rede de contatos com bons especialistas em TI.

Assim como na tradicional corrida de 24 horas de Le Mans, as Hackathons permitem que o poder de um time seja levado ao extremo. Em um curto período, uma equipe deverá enfrentar difíceis tarefas, tomar decisões e criar algo totalmente novo do zero. Quer saber mais sobre elas? Então leia o texto de hoje!

O que é uma Hackathon?

Trata-se de um evento de tecnologia com data e duração estipulada. A maioria dura apenas 24 horas, mas, em alguns casos, programadores, designers e gerentes de projetos podem manter-se unidos para a criação de um novo produto ou serviço por até uma semana.

A sua origem remonta a um evento da Sun, uma das maiores empresas de software do mundo. Em 1999, no Canadá, a companhia reuniu 10 programadores para enfrentar um desafio: produzir um programa que trabalhasse com criptografia em apenas um dia.

Rapidamente, o modelo se espalhou pelo mundo. Hoje, o mais popular é o focado na produção de software. Elas podem servir para a busca de novos talentos ou até a compra de empresas, como já aconteceu com a Adobe e o Skype, que encontraram novas oportunidades de negócios em um Hackathon.

Os Hackathons também podem ser feitos por universidades ou promovidos pelo governo. Foi o caso da DementiaHack, Hackathon promovido pelo governo britânico em 2014. Nele, o principal objetivo era criar ferramentas digitais focadas na melhoria da qualidade de vida de pessoas com doenças mentais e os seus cuidadores. Em instituições de ensino, as App Jams são utilizadas para o treinamento de estudantes e a integração da comunidade acadêmica.

Principais tipos de Hackathon

Empresas e instituições fazem Hackathons por diversos motivos. Entre as principais, podemos destacar:

Construção de softwares

Nesse caso, um grupo de funcionários de uma empresa ou estudantes se reúne para criar novas ferramentas de software. Os apps criados podem ter temas livres ou um objetivo simples, de acordo com os interesses do organizador.

Inovações corporativas

A inovação é uma das formas mais rápidas e sustentáveis de manter uma empresa competitiva. Durante umHackathon focado na inovação, equipes de desenvolvimento deverão buscar novas abordagens para a solução de problemas do dia a dia, mais flexíveis e que permitam o estabelecimento de novas oportunidade de negócio.

Recrutamento de novos profissionais

Buscar talentos no mercado muitas vezes é uma atividade complicada. Nesse contexto, o Hackathon surge como uma maneira de promover o encontro de possíveis novos funcionários para uma empresa de TI. Eles terão as suas habilidades colocadas à prova e, no final de 24 horas, será fácil identificar aqueles que conseguem resolver problemas em situações extremas, trabalhar em equipe e identificar bons métodos de trabalho rapidamente.

Aumentar o engajamento em torno de uma ferramenta ou linguagem de programação

Alguns Hackathons são promovidos para aumentar o conhecimento de desenvolvedores em torno de uma linguagem ou framework, como JavaScript ou HMLT5. Por meio delas, desenvolvedores podem conhecer melhor como APIs e sistemas funcionam, aumentando a sua experiência e habilidades de programação.

Melhorias na sociedade

Muitas vezes instituições de ensino ou o próprio governo promovem Hackathons para resolver problemas da sociedade e criarem novas parcerias com a iniciativa privada. Política, trânsito, educação e saúde são apenas alguns setores da sociedade que podem ser impactados por esse tipo de App Jam. Assim, novas abordagens podem ser adotadas mais rapidamente, sem as burocracias tradicionais do poder público.

Melhoria nos serviços de uma empresa

Os Hackathons Corporativos permitem que colaboradores de uma companhia se unam em busca de otimizações nos sistemas internos de uma empresa ou na busca por novas funções nos seus produtos. Elas são muito comuns em companhias como Google, Facebook e Microsoft. No caso da rede social americana, por exemplo, podemos destacar o botão de like, que surgiu após uma maratona de programação na empresa.

Criando um Hackathon

Fazer um Hackathon de sucesso é uma tarefa desafiado. Ela exige objetivos claros, transparência e capacidade de organização.

O primeiro passo é definir o objetivo do evento. Marketing, novas oportunidades de negócio, busca por profissionais: diversas são as opções para a criação de um Hackathon.

O ideal é que ele seja realizada em um local especial. Ele deverá ter espaço para as pessoas dormirem e se alimentarem, além de uma boa infraestrutura tecnológica (Internet, Nuvem, etc) . Caso necessário, patrocinadores podem ser contratados para diminuir custos.

Caso o Hackathon seja aberta ao público, é fundamental que uma campanha de marketing seja criada. Com sites, perfis nas redes sociais e uma boa divulgação, o número máximo de pessoas comparecerá ao seu evento.

A apresentação dos objetivos e regras do evento devem ser claras. Assim, os participantes terão o conhecimento daquilo que eles enfrentarão durante todo o Hackathon, assim como o que será esperado no final dela.

A colaboração e a conexão entre pessoas devem ser as melhores possíveis. Dessa forma, dúvidas e ideias poderão ser compartilhadas ao máximo, aumentando o poder de inovação da maratona de programação. Por último, e não menos importante, procure reconhecer os melhores projetos, mesmo que seja apenas com gestos simbólicos, para valorizar os times que conseguiram o melhor desempenho no Hackathon.

Conecte-se, compartilhe e colabore

Sair do status quo quase sempre é uma boa ideia. Muitas vezes, colocar um time para trabalhar fora de sua zona de conforto pode significar uma possibilidade para testar novas ideias, aumentar a abertura para inovações e métodos de criação não testados antes. Os Hackthons são uma ótima forma de colocar pessoas para trabalharem fora de seu ambiente de trabalho ou estudo, criando, explorando e se arriscando mais.

Hackathons também são fundamentais para promover a inovação tecnológica. Eles aumentam a integração de times de trabalho e a forma como pessoas compartilham informações. Como duram por um período curto, muitas pessoas ficam livres para dar o seu melhor durante a App Jam.

Ao unir em um mesmo espaço pessoas talentosas e prontas para trabalhar em equipe, os hackathons tornam-se verdadeiros ambientes de experimentação e mudança de paradigmas.

Criou uma Hackthon e agora está com um novo produto, mais inovador e inteligente? Então confira nosso artigo sobre como transformar essa ideia em resultados para o seu negócio!

 

Tags

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo