Como fazer a gestão da inovação em uma empresa?

Explorar novas ideias com sucesso é a meta das empresas centradas em fazer uma gestão da inovação que gere valor para os clientes e resultados significativos para os negócios. Inovar é romper com paradigmas e dogmas e encontrar novas maneiras de fazer algo que já é feito. Este jeito novo, geralmente, traz economia de recursos — tempo, dinheiro, materiais, etc. — ou simplificação de forma, funcionalidade, tamanho. Ela pode trazer ainda uma transformação revolucionária, a chamada inovação disruptiva.

Assim, a inovação é importante para gerar resultados que melhorem a lucratividade, aumentem a produtividade ou abram novos mercados para a empresa.

Uma empresa pode inovar produtos, processos ou modelos de negócios. A junção das funcionalidades do computador com a televisão, o rádio, a câmera digital, o relógio e o telefone em um só aparelho, por exemplo, resultou em uma inovação de produto: o smartphone. Quando foram colocados robôs para fazer a montagem de carros nas fábricas de automóveis, isso resultou numa inovação de processo. Quando as lojas físicas passaram a vender globalmente por meio das lojas virtuais do e-commerce, ocorreu uma inovação do modelo de negócio.

Neste post, daremos algumas dicas de como fazer a gestão da inovação na empresa. Acompanhe:

Planeje inovar

Visualize os objetivos de inovação que sua empresa quer alcançar, estruture um programa de inovação e faça um planejamento orçamentário que possa garantir recursos para viabilizar inovações.

Busque parcerias

Associe a sua empresa a universidades, startups e outras comunidades criativas para desenvolver inovações. Segundo a Endeavor Brasil, no momento de fazer parcerias para inovação é importante:

  • ter clareza da estratégia;

  • selecionar bem os parceiros e avaliar a compatibilidade de culturas;

  • sempre que possível, considerar o aproveitamento de fomentos do governo brasileiro para as parcerias com universidades, tais como, Finep, BNDES, CNPq e Embrappi;

  • gerenciar bem os recursos e prazos, com prestação de contas periódicas; e

  • gerenciar o projeto com visão de longo prazo, sem busca de atalhos ou atropelos desnecessários.

Contrate uma consultoria especializada

Com o auxílio de uma consultoria especializada em gestão da inovação, é possível estabelecer métodos eficazes e implantar plataformas tecnológicas de colaboração entre os envolvidos nos projetos de inovação da organização.

Incentive a geração de novas ideias

Desenvolva a cultura da inovação na sua empresa, incentive as pessoas a apresentarem suas novas ideias. Ideias inovativas trazem solução de problemas e atendem expectativas dos clientes. Na Toyota, por exemplo, todos têm plena liberdade de propor novas ideias, desde o colaborador do chão de fábrica até aquele que ocupa o mais alto posto executivo. Isso fez toda a diferença no nível de competitividade e produtividade da empresa.

Desenvolva um ambiente criativo e colaborativo

Envolva grupos de pessoas com conhecimentos multidisciplinares na geração e avaliação das ideias inovadoras, para que possam ser aproveitadas, aprimoradas ou recicladas com a participação de todos. Permita que sua equipe tenha tempo livre para pensar, criar, experimentar, adquirir novos conhecimentos e insights.

Valorize as pessoas inovadoras

Pense em remunerar os criadores das melhores ideias ou reconhecer seus esforços com algum tipo de premiação.

Selecione e implemente as melhores ideias

Selecione as melhores ideias e desenvolva planos de ação para materializá-las. Isso pode envolver pesquisas, avaliação de riscos e oportunidades, produção de protótipos, testes conceituais, físicos e de mercado, dentre outras atividades possíveis. Avalie a viabilidade econômica, a sustentabilidade e o retorno financeiro da ideia. Se a avaliação for positiva, coloque seu plano em prática.

Divulgue o resultado da sua ideia

As ideias inovadoras, após sua implementação, vão resultar em novos produtos, processos ou modelos de negócios. Quando a sua inovação estiver pronta, divulgue para os interessados e usuários, faça com que eles usem e ouça suas críticas e sugestões. Se as pessoas aderirem e comprarem a sua inovação, é sinal que ela foi bem-sucedida. Se não aderirem, aprimore a sua inovação ou assuma o erro e parta para um novo projeto inovador.

Acumule lições aprendidas

Documente todos os aspectos das inovações de sucesso, assim como das inovações que fracassaram. Esses registros comporão um hall de lições aprendidas e ajudarão a evitar erros e melhorar os resultados futuros.

Entenda os impactos de uma inovação disruptiva

Às vezes, uma inovação disruptiva de produto pode requerer também uma inovação disruptiva do modelo de negócio, como é o caso da criação da câmera digital. Ela foi patenteada pela Kodak, mas acabou engavetada porque eles não admitiram reinventar o modelo de negócios da empresa. Posteriormente, a ideia inovadora que eles criaram foi utilizada pela concorrência de forma super bem-sucedida.

Faça um benchmarking inovativo

Geralmente, as empresas buscam informações de seus concorrentes por meio do benchmarking, para aprimorar seus processos internos e melhorar seu desempenho incorporando as melhores práticas de mercado. Inovar no benchmarking é buscar conhecer as melhores práticas de outros mercados, fora do seu nicho de negócios, e incorporá-las para melhoria de produtividade, geração de novas receitas e abertura de novos mercados.

Veja o exemplo da Netflix, que agregou a tecnologia da informação e comunicação (TIC) para inovar o modelo de negócios de locação de vídeos. Assim, a empresa desbancou seus maiores concorrentes, saindo do ambiente físico das locadoras (lojas) para o ambiente virtual (internet) e abocanhando uma fatia de mercado nunca antes imaginada, com a drástica redução de custos operacionais do negócio.

Inove na gestão da inovação

Segundo Geoff Nicholson, Vice-Presidente Internacional da empresa 3M (uma das empresas mais bem-conceituadas no quesito inovação): “Inovação é transformar conhecimento em dinheiro”. A inovação tem que gerar valor para a empresa e seus clientes. Por isso, a gestão da inovação deve ser um processo formal dentro das organizações, não aquela coisa improvisada, fruto do acaso. Para isso, é preciso evitar burocracias excessivas ou engessamentos, pois a inovação depende da liberdade criativa.

As mudanças fazem parte do processo evolutivo da sociedade. A inovação é o principal motor dessas mudanças e sua empresa precisa ter o controle dessa engrenagem. Invista no aprimoramento constante da gestão da inovação na sua organização e colha os lucros!

Para receber mais materiais como esse e saber como manter a inovação na sua empresa, assine nossa newsletter!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo