Você sabe o que é inovação aberta e colaborativa?

Inovação aberta ou open innovation é o termo que diz respeito à tendência colaborativa na inovação, descrita por Henry Chesbrough em seu livro homônimo. Segundo o autor e outros teóricos que se dedicaram a entender melhor essa prática, a inovação aberta diz respeito a encontrar a solução para os problemas em seus produtos e serviços junto a outras empresas, realizando uma troca de informações que é benéfica para todos os envolvidos.

No post de hoje, vamos explicar mais sobre essa tendência e suas vantagens para a empresa. Acompanhe:

O que é inovação aberta?

Inovação aberta é a troca de conhecimento entre instituições, níveis hierárquicos e empresas de setores e finalidades diversos na busca por oportunidades de crescimento e desenvolvimento de novos negócios e tecnologias. O modelo é eficiente por abrir caminhos para que pequenas e médias empresas, por meio da colaboração, consigam obter resultados tão impactantes quanto os das grandes empresas.

Para as desse porte, tudo fica ainda mais simples: é possível concentrar esforços em parcerias com universidades e institutos de pesquisa, mais complicadas para quem não dispõe de tantos recursos.

Para colocar novos produtos no mercado, a inovação aberta se faz valer de pesquisas, dados e insights obtidos em conjunto com terceiros, para ter acesso ágil a uma infinidade de informações que seria custosa não só financeiramente. Somando conhecimentos e tecnologias, equipes que se concentram em áreas diferentes de desenvolvimento ou têm objetivos e desenvolvem soluções que caminham em direções opostas podem compartilhar informação e trabalhar de maneira mais eficiente.

O que é preciso para que a inovação aberta dê certo?

Existem muitas formas de gerar ideias e fomentar a inovação, mas o modelo aberto tem se mostrado superior aos demais na qualidade daquilo que produz. Empresas usam de diversas tecnologias para entender melhor onde estão seus erros e acertos, mas quebrar o paradigma que permitirá abrir os caminhos para a inovação aberta tem muito a ver com melhorar a forma como é feita sua gestão.

Gerar ideias e compartilhar conhecimento serão 2 pontos críticos na hora de aplicar em sua empresa os conceitos da open innovation, mas para que ela dê certo será preciso rever toda sua cultura corporativa. Saem os segredos guardados a 7 chaves e entra a cooperação entre parceiros comerciais dedicados a descoberta de novas chances de lucro!

Como funciona e quais são os princípios da inovação aberta?

Em vez de desenvolver produtos e tecnologias em segredo, a inovação aberta propõe que se reveja toda uma cultura empresarial. Criar inovação hoje, mais que nunca, depende de olhar para a maneira como outras empresas resolvem seus próprios conflitos, utilizam informação e se organizam.

Preparar os colaboradores para a mudança também será fundamental, já que pela primeira vez buscar nos seus currículos capacidades técnicas pode estar em segundo plano. Para construir ambientes propícios, na inovação aberta será mais importante buscar perfis conciliadores e com grandes redes de networking, capazes de obter informação e discernir suas possíveis aplicações.

Obter sucesso não será fácil, mas depende de entender que essas parcerias precisam gerar novos negócios. Se sua empresa não conseguir construir oportunidades, repensar posicionamentos e utilizar de maneira eficiente os recursos oriundos dessa abertura, todo o processo pode acabar sendo uma cilada.

Quais são as vantagens da inovação aberta para o meu negócio?

Como algumas de suas principais vantagens, podemos citar a melhoria na qualidade e agilidade do desenvolvimento, o aumento considerável no volume de ideias geradas pelo seu pessoal e uma melhora geral na produtividade de sua equipe. Conseguir isso vai ser natural com a adoção de uma cultura de inovação aberta, pois ela é o contexto ideal para que mais ideias sejam ouvidas e colocadas em prática.

Se isso não fosse o suficiente para germinar oportunidades de negócios, suas iniciativas já mereceriam destaque por manter seu time motivado. Colaboradores satisfeitos e engajados com sua participação e contribuição nos resultados finais são essenciais para a inovação.

Times habituados aos sistemas típicos da inovação aberta trabalham com maior flexibilidade e vão deixar seu setor de TI mais dinâmico. Além disso, encontrar janelas para a inovação é a chance de sua companhia descobrir fontes de novas receitas, diversificar seu portfólio de negócios e seguir competitiva.

Fazendo um uso mais assertivo das ideias internas e externas, sua empresa tem lugar de sobra para fomentar novos produtos, construir parcerias e desenvolver relacionamentos mais satisfatórios com colaboradores e clientes.

Quando falamos de empresas B2B, os benefícios da inovação aberta ficam ainda mais claros. Gestores podem obter vantagens consideráveis da terceirização de ideias para outras indústrias, acelerando o processo de inovação e aquisição de conhecimento. Assim é mais fácil focar nos objetivos do seu empreendimento e encontrar novos cenários para lucrar.

Quais empresas já investem em inovação aberta?

Um dos programas de inovação aberta  mais bem-sucedidos de que se tem notícia é o Ecomagination da GE, atitude que surgiu da necessidade de transformar toda a cultura da organização. Quando a GE percebeu que precisava colocar a ética em foco e assumir uma visão corporativa que refletisse suas preocupações com a sustentabilidade, optou por criar uma plataforma de inovação focada na pesquisa e desenvolvimento de produtos verdes.

A iniciativa ajudou a empresa a descobrir oportunidades de negócios e preencher exigências legais cada vez mais rigorosas com relação à emissão de gases poluentes e aos gastos em energia. A comercialização dos produtos, além de trazer lucros foi uma chance e tanto para publicidade, já que esses aparelhos inovadores traziam consigo uma mensagem tão importante. Rentável e socialmente relevante: com inovação aberta, é simples transformar isso em realidade.

Fazer a gestão dos processos de inovação empreendidos pelo seu negócio não é tarefa fácil, e o conhecimento do que significa e de como funciona a inovação aberta vai ser de grande ajuda na hora de pensar em como sua empresa gera soluções. Manter-se competitivo é sinônimo de inovação, e a construção de comunidades colaborativas para o desenvolvimento de ideias será instrumental nisso.

E você, já tinha ouvido falar em inovação aberta? Sua empresa está preparada para as mudanças culturais necessárias para implementá-la? Aproveita e conta pra gente nos comentários dessa postagem!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo