Mitos e verdades sobre inovação na empresa

Nos dias atuais, a inovação na empresa é vista como essencial para a sobrevivência de qualquer negócio. Seja qual for a área de atuação, inovar é preciso! Afinal, em um mercado altamente competitivo, conquistar novos consumidores é uma necessidade constante.

Entretanto, alguns mitos permeiam o processo de inovação na empresa e, por vezes, acabam confundindo gestores e empreendedores. Tudo isso inviabiliza a modernização do negócio, podendo levar o empreendimento à estagnação e, consequentemente, à perda de espaço no mercado.

Foi pensando nisso que surgiu a ideia do post de hoje. A partir de agora, você conhecerá alguns mitos e verdades sobre a inovação na empresa e poderá avaliar adequadamente a real necessidade de seu negócio se adaptar a essa tendência de mercado. Acompanhe!

Afinal, porque a inovação na empresa é tão importante?

Você, provavelmente, já deve ter visto em algum lugar a afirmação de que as empresas precisam inovar para conquistar mercado. Mas você consegue entender as razões para isso?

Com consumidores cada dia mais exigentes, as empresas precisam inovar e adaptar seus negócios aos novos padrões, em constante evolução.

A crise financeira tornou o processo de compra mais complexo, o cliente tem pesquisado mais e se preocupado em adquirir um produto ou serviço diferenciado e de qualidade. Com isso, ficar parado não é uma boa estratégia para quem vislumbra o crescimento.

É preciso encontrar meios de se destacar da concorrência e entregar ao seu consumidor final algo que realmente valha o seu dinheiro.

Com a inovação, a sua empresa muda o padrão de atuação, seja com o lançamento de algum novo produto, seja com pequenas mudanças internas. Ou seja, ela moderniza os processos e, assim, consegue acompanhar os movimentos do mercado.

Mitos e verdades sobre a inovação

Apesar da grande relevância no contexto empresarial, muitas empresas ainda não conseguem se adequar a essa tendência e, por isso, acabam perdendo espaço no mercado.

Existem inúmeras razões para isso, dentre elas, uma visão ultrapassada e permeada de mitos em relação ao processo de inovação e a falta de conhecimento sobre programas e ferramentas de inovação corporativos.

Então, para que o seu negócio não caia nessa armadilha e não cometa erros ao inovar, confira, agora, alguns mitos e verdades sobre a inovação na empresa:

1. Inovar é caro

Um dos maiores mitos em torno do processo de inovação está relacionado aos seus custos. Firmou-se um entendimento equivocado de que inovar é caro.

Conforme dito, trata-se de uma noção errônea, já que, nem sempre, para inovar, precisa-se de grandes investimentos financeiros. Ao contrário do que muitos pensam, a inovação está ao alcance de qualquer empreendimento e pode se adequar à disponibilidade orçamentária de cada um.

Na verdade, a inovação pode iniciar até mesmo através da mudança de olhar para um problema existente ou da mudança de comportamento dos funcionários, desencadeando todo um processo de modernização do negócio.

Assim, se você ainda não iniciou o processo de inovação por acreditar que é necessário um grande investimento, está na hora de abandonar essa visão ultrapassada e começar a modernizar a sua empresa.

2. Inovar equivale a uma mudança radical

Associar a inovação a uma mudança radical na empresa é outro mito que precisa ser esclarecido. Aliás, uma das maiores verdades sobre a inovação nas empresas é que ela se inicia com pequenas mudanças, gerando um grande impacto final.

Obviamente, em alguns casos, a necessidade de mudanças profundas pode surgir e ser a melhor estratégia para adequar o negócio à sua nova realidade. Mas, de modo geral, há uma valorização considerável daquelas mudanças sutis e direcionadas a solucionar problemas específicos.

O que se percebe é que pequenas mudanças têm a capacidade de gerar resultados expressivos e desencadear um ciclo de inovações que pode alterar, ao longo do tempo, o modo com que a empresa se posiciona no mercado.

3. Inovação é lançar novos produtos

A noção de que inovar é colocar um novo produto à disposição do consumidor ainda é muito presente em empresas mais resistentes a esse processo. Ora, conforme você já deve ter percebido, inovar é muito mais do que lançar novos produtos.

Inovar equivale a toda mudança de pensamento e comportamento empresarial. Em verdade, está relacionada a encontrar e aplicar ideias que tragam novidades e que possam gerar um impacto significativo nos resultados corporativos, não envolvendo necessariamente um novo produto.

Desse modo, quando um negócio detecta o grande desperdício de copos descartáveis e estimula cada funcionário a ter uma caneca reutilizável, está inovando sem gastar dinheiro e sem colocar um novo produto à venda.

4. A inovação vem de fora para dentro

Existe a falsa impressão de que as formas de aplicar inovação devem ser trazidas de um ambiente externo à empresa, como se alguém de fora tivesse a fórmula ideal para a inovação do negócio.

Entretanto, apesar da observação dos fatores externos serem importantes para quem pretende se manter competitivo, é dentro da empresa que surgem as melhores ideias.

Geralmente, quem está diretamente envolvido no dia a dia corporativo é capaz de identificar melhor onde a inovação pode se desenvolver com sucesso e refletir positivamente fora da empresa. Ou seja, estamos diante de um processo de dentro para fora, em que atitudes internas refletem externamente.

5. Inovar é entregar aquilo que o cliente quer

“As pessoas não sabem o que querem até mostrarmos a elas.”

(Steve Jobs)

Pode parecer um pouco confuso, mas inovar não é dar ao cliente aquilo que ele pede. Não entendeu nada? Pois bem, na maioria das vezes, o cliente não sabe ao certo de quê ele precisa até que a empresa formule um produto e o coloque à sua disposição. Portanto, é preciso mapear e antecipar inovações.

E foi assim que o grande empresário Steve Jobs fundou a Apple, uma das empresas mais inovadoras do mundo, e revolucionou as exigências de seu consumidor, entregando um produto inovador, moderno e atrativo.

Ou seja, ele pensou além das exigências de sua clientela e criou produtos como iPhone, iPad e iPod, fazendo com que os usuários desejassem tudo o que a empresa lançou a partir de então.

Chegamos ao fim do post de hoje. Você deve ter percebido que a inovação na empresa é uma estratégia muito relevante na busca por mais competitividade. Mas, para isso, é preciso superar antigos mitos e abrir o horizonte para novas ideias e soluções. Agora que você já sabe algumas dessas falácias, está pronto para inovar com sucesso.

Quer saber como aplicar a inovação em sua empresa? Entre em contato com a Simplez! Podemos ajudar você a pensar diferente!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo